mensagemquem sou©

"Amor de amor. Apenas."

"Hoje comprei um buquê de rosas pra você. Pesquisei na internet algo sobre fazer as rosas durarem o maior tempo possível e passei o dia assim, revezando entre borrifá-las com água, colocá-las na geladeira e secá-las ao sol… Mas a realidade era que o buquê sobrevivia no suor da minha mão; suor do nervosismo e da felicidade que eu estava sentindo. Sabia que naquele momento você estava com outro alguém mas eu estava lá, firme, pronta para te esperar até o último segundo, até a última batida do meu coração. Só que você não apareceu. Meu nervosismo se transformou em raiva, assim como a felicidade virou tristeza. E aquele buquê repleto de amor, terminou no lixo e junto com ele, meu coração. Eu já não tinha forças para me levantar e sair do lugar, apenas continuei ali, parada, implorando perdão as flores; porque até Deus sabe que ignorá-las é um pecado. Ainda sobre meu olhar, um catador de recicláveis resgatou o seu buquê e fez dele um lindo enfeite para sua carroça, ficou lindo, assim como eu imaginei que elas ficariam em teus braços. Momento da despedida; lá se vão as flores mais amadas da minha vida e o meu coração foi junto, lembra?!"

"Mas ficou tudo fora de lugar. Café sem açúcar, dança sem par."

"Eu chorei a noite passada. Não chorei por estar triste, chorei por que precisava. Precisava lavar meu rosto, talvez, a alma. Sentir a dor ir embora, sentir tudo o que tinha preso dentro de mim ir embora de uma forma que não me machucasse tanto. Chorar não somente aliviou meu ser como me deixou mais leve, como se tivesse me livrado de um peso que carrego comigo faz tempo."